Com o imenso volume de informações disponibilizadas na internet, a gestão de conteúdo online se tornou uma exigência no gerenciamento de canais digitais. Nesse contexto, a curadoria de conteúdo online se torna uma atividade cada vez mais relevante e valorizada pelas empresas, uma vez que consiste em agregar informações de várias fontes para um único recurso abrangente, seja um blog, um e-book ou outra plataforma digital.

Entretanto, para a curadoria de conteúdo é preciso tempo de apuração e uma avaliação cuidadosa das informações. É bom ter em mente que os objetivos são: ajudar os usuários a encontrar dados que eles precisam, deixar a web mais organizada e, claro, se tornar referência no tema escolhido. Digamos que uma boa curadoria de conteúdo online seria tão prestigiada quanto uma famosa galeria de artes, que disponibiliza várias obras famosas em um só lugar.

Pamela Seiple, gerente de Marketing na Hubspot, lista 10 tipos valiosos de conteúdo para realizar uma curadoria online:

1. Dicas de especialistas: uma das coisas boas da curadoria de conteúdo é que qualquer pessoa com bom nível de pesquisa online consegue fazer uma curadoria relevante.Aproveite essas dicas de diversos especialistas sobre determinado assunto e organize-as em uma lista de tópicos;

2. Citações: compilar citações relevantes de especialistas de áreas específicas é uma forma de reunir conteúdo valioso sobre temas de interesse.

3. Apresentações: atualmente, bons palestrantes estão divulgando seus recursos em redes como o Slideshare. Use as palavras-chave e a lista dos mais populares para escolher as apresentações mais importantes do setor;

4. Estudos de caso: as pessoas gostam de aprender com exemplos. Coloque na curadoria de conteúdo exemplos de situações que comprovem ou refutem algumas teorias sobre seu setor;

5. Blogs e sites: quais canais são referência para o assunto escolhido? Compartilhe uma lista com algumas descrições dos melhores blogs e sites do seu ramo de atividade;

6. Infográficos: ótimos recursos para dar dados complexos e quando bem feitos chamam a atenção do leitor. Quando for compartilhá-lo, dê sua opinião sobre o recurso;

7. Estatísticas, dados, tabelas e gráficos: os dados são importantes para a produção de conteúdo. E muitas vezes encontrar documentos confiáveis na web pode ser complicado, por isso uma lista com os melhores dados sobre determinado assunto compilados em uma lista terá alto valor para seu público;

8. Vídeos: disponibilize links para vídeos do tipo “como fazer” ou “passo-a-passo”. Esse é um recurso muito procurado pelos usuários;

9. Livros/Ebooks: sugira livros que possam ser importantes para o seu nicho de trabalho;

10. Exemplos da empresa: mostre um pouco do seu trabalho. Se sua empresa trabalha com web design, disponibilize alguns layouts de sites, ou imagens produzidas para algum projeto. Se trabalhar com paisagismo, por exemplo, é muito interessante colocar fotos de alguns projetos já realizados.

E para todas as ideias acima, como deve acontecer com qualquer atividade relacionada a conteúdo online, não se esqueça de dizer quais foram as fontes. Lembre-se também que qualidade e relevância são as palavras-chave para qualquer tipo de curadoria. Ninguém quer acessar listas medíocres, todos querem o nível máximo de qualidade.

Conhece outros tipos de conteúdo importantes para uma curadoria? Deixe seu comentário.

Confira o artigo original de Pamela Seiple na Hubspot.

Leia mais sobre Conteúdo Web:

Três passos essenciais para criar um plano de comunicação digital.

Google Marketing Platform Certified
Google Analytics Google ADS Google Tag Manager Google Optimize Google Data Studio Firebase

Somos uma empresa certificada pela Google em Analytics há 8 anos, desde 2012. Temos ampla experiência em inteligência de dados e métricas digitais, com mais de 50 projetos bem sucedidos em grandes empresas.

Precisa de ajuda ou quer saber mais? Entre em contato conosco e siga nossas redes sociais.

[email protected]
+55 (21) 4141-3315
+55 (21) 4141-3312