Você sabe como o marketing online começou?

Computadores em suas versões desktop começaram a entrar nos lares, nos anos 80.  Já nos anos 90, plataformas web 1.0 e a internet começaram a tomar forma.

Cedo o bastante, o Google e o Blogger foram fundados (1998 e 1999 respectivamente). O marketing online evoluiu rapidamente a partir daí. Segundo a pesquisa da Adobe de 2013 com profissionais de marketing, 76% dos participantes acreditavam que o marketing mudou mais nos últimos dois anos do que nos últimos 50.

Mas apenas 9% acreditavam que seu marketing digital estava funcionando.

Isso é triste.

A boa notícia é que você pode obter um desempenho muito melhor do seu marketing. Você precisa observar a paisagem digital com atenção e adaptar para atender às demandas da sua audiência.

1. Mais de 1/3 dos profissionais de marketing acredita que o digital será responsável por 75% do gasto em marketing nos próximos cinco anos (Fonte: AdWeek)

Você usa apenas os meios tradicionais de publicidade para fazer negócios?

Então, você precisa adicionar o marketing digital ao seu mix – É um canal extremamente efetivo para ganhar exposição global por um baixo custo. E você ainda consegue monitorar o seu ROI em tempo real, se adaptando rapidamente aos resultados.

A melhor parte é que o marketing online funciona para todos os tipos de negócio.

As empresas de comércio eletrônico, principalmente, devem entender os consumidores e seus hábitos de compra, com objetivo de criar estratégias de vendas e fidelização mais eficientes.

Ao realizar uma compra por meio da Internet ou mesmo no varejo tradicional, as pessoas geralmente passam por um ciclo de compra natural antes de adquirir um produto ou serviço.

E esse ciclo de compra passa por uma parte muito importante, que é avaliação das alternativas, onde na maioria dos casos é feita pela internet. Por isso é tão importante o desenvolvimento de uma estratégia voltada para o digital.

2. 87% dos usuários de internet agora possuem pelo menos 1 smarphone (Fonte: Global Web Index)

Você sabia que a cada segundo surgem 9 usuários mobile novos?

Os usuários de mobile não são o futuro, eles já estão revolucionando o mercado. De acordo com a ComScore, nós já cruzamos  a barreira para o mobile. No brasil, as vendas via dispositivos móveis apresentaram forte crescimento ao longo do ano passado, atingindo um share de 23% das vendas no mês de junho de 2016.

O Google inclusive começou a favorecer websites adaptados para dispositivos móveis nas buscas de pesquisa.

Então, tenha certeza de que o seu site é responsivo e oferece conteúdo relevante para os seus clientes.

Tenha certeza que você está utilizando um provedor de e-mails adaptado para dispositivos móveis. Se a sua newsletter não estiver otimizada para mobile, 69% dos usuários deletarão a sua mensagem sem nem mesmo lê-la.

3. Em 2019, 80% do tráfego de internet no mundo será de vídeo. Nos EUA, o vídeo vai ser responsável por 85% do total. (Fonte: Cisco)

As pessoas amam assistir a vídeos. Eles são divertidos, fáceis de digerir e podem melhorar as conversões de maneira significativa.

Na CrazyEgg, um vídeo explicativo aumentou as conversões em 64% e o faturamento mensal em $21.000.

Para o Treepodia, vídeos de produtos podem melhorar as conversões em qualquer nicho. Por exemplo – no nicho de presentes, eles aumentam as conversões em 113%.

Para ir além, o consumo de vídeo teve um aumento incrível no mobile (crescimento de 844% desde 2012).

Aliado a isso, mídias sociais como Facebook e Snapchat recebem 8 bilhões e 6 bilhões de vídeos todos os dias, respectivamente. Então, você precisa do conteúdo de vídeo para engajar com a sua audiência e construir relacionamento com as redes sociais.

4. O gasto médio com eCommerce de um mesmo consumidor é 2X o de novos consumidores (Fonte: McKinsey)

Coletar e-mails dos visitantes do seu website oferecendo algum incentivo. Impulsiona o relacionamento com os seus consumidores e pode aumentar a sua renda substancialmente porque isso aumenta a interação com o seu lead.

O ingrediente mais importante ao enviar e-mails para repetir uma compra é a personalização, e não as ofertas especiais.

Claro, os seus clientes ficarão extasiados em receber descontos. Mas use os seus dados para descobrir a frequência de e-mails que é mais confortável para os seus diferentes segmentos de clientes e o tempo depois da compra em que você deve enviar o seu primeiro e-mail para o consumidor.

Separe a lista de 1% dos seus melhores clientes e tenha certeza de que você gaste a maioria do orçamento com eles. A faixa de 1% dos melhores clientes de e-commerce possui 30x mais valor a longo prazo do que o consumidor médio.

Kevin Kelly os chama de 1.000 fãs verdadeiros. Eles são suficientes para sustentar os seus gastos mensais.

5. Mais de três milhões de anunciantes usam o Facebook para alcançar consumidores (Fonte: AdWeek).

Com um alcance orgânico desanimador, você tem que pagar para alcançar a audiência que você quer no Facebook. Mas esse é um canal de marketing efetivo se você quer obter um ROI excelente.

Por exemplo, Matthew Woodward lançou duas campanhas de anúncios com um gasto combinado de US$ 599,91 e obteve um ROI de mais de 2.500% em ambas as ocasiões.

Com uma audiência enorme, o Facebook é um lugar excelente para atingir clientes de todos os tipos.

6. O Instagram passou a marca de 200.000 anunciantes 5 meses após abrir a sua plataforma de anúncios (Fonte: AdWeek)

Existem 400 milhões de usuários ativos na rede social visual, apresentando uma enorme oportunidade para negócios. Se você tem uma marca de moda, não pode desperdiçar a chance de anunciar nessa rede.

Se você já está anunciando no Facebook, então anunciar simultaneamente no Instagram pode ajudar a reduzir os custos, a MVMT Watches conseguiu 20% de redução no custo por conversão.

7. 93% das decisões de compra são influenciadas pelas redes sociais  (Fonte: Ironpaper)

As redes sociais são geralmente vistas como plataformas para expressar sua opinião sobre alguma notícia, comentário, foto…

Mas os usuários de mídias sociais também se engajam em discussões sobre marcas e produtos.

Em 2017, o aumento do interesse por produtos nas redes sociais vai permitir o nascimento do comércio social. Você verá botões de ‘compre agora’ em todas as maiores redes sociais para facilitar as transações mobile.

8. Apenas 1 em cada 8 mensagens são respondidas pela maioria das marcas em até 72 horas nas redes sociais. (Fonte: Sprout Social)

Estabelecer uma comunicação com o consumidor após vender um produto é um elemento crítico na composição do atendimento ao cliente. Mas com apenas uma mensagem respondida em até 72 horas, as marcas estão falhando em cumprir com a responsabilidade de engajar com os seus clientes.

O atendimento mal feito ao cliente custa à empresas dos EUA US$ 41 bilhões todos os anos. Não seja uma dessas companhias.

Escolha uma destas ferramentas de monitoramento de mídias sociais para acompanhar de perto as menções à sua marca e permanecer no topo das conversas sobre marcas.

9. Profissionais de marketing que possuem blog têm 13x mais chances de obter ROI positivo (Fonte: Socialemedia)

O marketing de conteúdo custa 3x menos do que o marketing tradicional.

Um blog no seu website ajuda a garantir mais páginas indexadas, construindo uma relação com a sua audiência e direcionando mais tráfego para o seu website.

Também ajuda a estabelecer você como uma autoridade no seu mercado e ainda gera resultados de negócio de longo prazo.

10. 56% dos clientes ficam mais dispostos a comprar, se a experiência é personalizada (Fonte: Usabilla)

Recomendações de produtos são uma grande oportunidade para marcas que queiram aumentar a lealdade dos seus consumidores com cross-selling, up selling e apresentação de produtos baseados no comportamento do usuário. Mas apenas 39% dos comerciantes enviam recomendações personalizadas por e-mail.

A personalização não se limita apenas ao eCommerce ou e-mail marketing. Você pode definir landing pages personalizadas (baseadas na origem do seu visitante), oferecer conteúdo personalizado nas redes sociais e muito mais. 

Conclusão

Se você quer que o seu negócio prospere, você precisa confiar em muitos dados e estatísticas. As 11 estatísticas de marketing online nesse artigo devem ajudar você a entender onde o marketing online está posicionado.

Contudo, há uma advertência – a atitude definitiva para modificar a sua estratégia deve ser a respeito da sua visão de negócios e não em cima de estatísticas do mercado ou resultados de testes A/B.

Pense criticamente antes de usar a informação compartilhada e as estatísticas de marketing online desse artigo para ajustar a sua estratégia de marketing online.


Fonte:

WebShopers 34 edição

Google Marketing Platform Certified
Google Analytics Google ADS Google Tag Manager Google Optimize Google Data Studio Firebase

Somos uma empresa certificada pela Google em Analytics há 8 anos, desde 2012. Temos ampla experiência em inteligência de dados e métricas digitais, com mais de 50 projetos bem sucedidos em grandes empresas.

Precisa de ajuda ou quer saber mais? Entre em contato conosco e siga nossas redes sociais.

[email protected]
+55 (21) 4141-3315
+55 (21) 4141-3312