Não adianta, por mais que surjam novas redes sociais a todo o momento, nada é tão eficaz e democrático quanto o bom e “velho” E-mail Marketing. Essa ferramenta é uma das mais poderosas para pequenas, médias e grandes empresas simplesmente porque a maioria das pessoas tem um e-mail, e o mais importante: o usam efetivamente.

Existem cerca de 3,6 bilhões de contas de e-mail no mundo. A estimativa da The Radicati Group é que este número chegue a 4,3 bilhões em 2016. Levando em conta que existem 7 bilhões de pessoas no mundo, mais da metade é um número bem considerável. Além disso, pesquisas mostram que 91% das pessoas checam sua caixa de entrada pelo menos uma vez ao dia. E mais: 61% das empresas obtêm até 20% de seu faturamento por este canal. Dessas, 19% disseram que entre 20% e 50% da sua receita advêm de campanhas de e-mail marketing.

Com base nisso, será que não é hora de começar a investir (mais) nesse canal? Abaixo separamos seis passos fundamentais para iniciar uma campanha de maneira eficiente, fazendo com que seu e-mail se destaque na caixa de entrada do usuário e não vire mais um na caixa de SPAM.

1 – Captação de contatos para Email Marketing

Antes de tudo, para realizar uma campanha de e-mail, você precisa de contatos. E mais importante que isso, contatos interessados no que você tem a dizer e oferecer. Por isso, é importante construir listas de contatos, e não comprá-las.

Isso evita que seus e-mails sejam marcados como SPAM e sua empresa não seja lembrada como aquela que manda informações que ninguém pediu. Mas, como construir uma base de envio? Existem diversas possibilidades para aumentar sua lista, entre elas:

  • Formulário no seu site (pop-up, barra lateral, rodapé, no topo do site)
  • Formulário na sua Página do Facebook
  • Formulários em eventos off-line

Você pode combinar estratégias e tentar diferentes abordagens, mas é essencial deixar claro em cada um desses formulários que os e-mails cadastrados serão usados para envio de mensagens.

Uma vez que essa lista foi construída, ela pode ser editada e deve sempre ser renovada. Você pode conferir o exemplo do King Host abaixo:

Email Marketing: Exemplo de lista de contatos

2. Definição de uma campanha de Email Marketing

Tendo em mãos uma lista de contatos interessados, a segunda coisa a se pensar é: o que eu quero ou preciso comunicar? Em geral, podemos separar as campanhas de e-mail em quatro tipos:

  • Newsletters: Normalmente é composta por indicações de artigos e novidades da empresa. É uma ótima forma de promover o relacionamento, reforçar os valores da companhia e promover outros canais.
  • E-mails Promocionais: São e-focados em conversão, podendo ser a venda ou apresentação de um produto, como exibição de um vídeo, realização de uma inscrição, download de e-book. Esse e-mail costuma ter boa recepção quando o destinatário espera recebê-lo da sua empresa, ou de empresas do seu ramo. Por isso é sempre válido segmentar sua lista de contatos e evitar sujar a base.
  • E-mails Transacionais: Servem para confirmar cadastros, compras, agradecer, enviar cupom ou material gratuito. São importantes para suprir a expectativa de quem realizou a ação e ajudam em possíveis consultas posteriores.
  • Nutrição de leads: Não é exatamente um formato de e-mail marketing, mas sim um processoque envolve os outros diferentes tipos de email, em especial os promocionais. Esse procedimento é uma forma de qualificar e preparar um Lead, conduzindo-o a um produto ou serviço através de passos intermediários.

3 – Templates de Email Marketing

Template é uma estrutura básica para sua campanha, um modelo para inserir sua mensagem. Deve possuir uma identidade visual correspondente à empresa e facilmente relacionável a ela. Além disso, deve possuir itens básicos como:

  • Link para Visualização na Web: alguns e-mail não mostram a mensagem corretamente, por isso é muito importante ter essa opção.
  • Link para Descadastro: Essencial!Melhor ter uma quantidade menor de contatos (interessados), do que ser marcado como SPAM.
  • CTA evidente: Muitas vezes o cliente quer ler, comprar e interagir com você, mas não sabe como fazer isso. Da mesma forma que acontece na sua página, os botões de chamada a ação devem estar bem visíveis no e-mail, principalmente se quiser oferecer boa experiência também em mobile.

Por falar em mobile, de acordo com Bridget Dolan, vice-presidente interativo da Sephora, a porcentagem de mensagens de email abertas em dispositivos móveis já está na faixa de 50%.

Existem 2 estratégias principais em relação à comunicação visual para mobile: design responsivo e design escalável.

O primeiro é um tipo de estrutura que se adapta a mais de um dispositivo, ajustando o layout e o texto de acordo com a tela na qual é aberto. Para esse modelo, é necessário investir bastante em HTML.

Já a estratégia escalável mostra o conteúdo corretamente em qualquer tela, pois possui um formato universal que utiliza elementos de mobile para um layout adaptável a qualquer dispositivo.

4 – Conteúdo: trabalhando o conteúdo para Email Marketing

Agora que você tem os contatos e o tipo de campanha definidos, é preciso definir o conteúdo, que envolve o assunto, texto, imagens e call-to-action.

  • Assunto: A linha de assunto é a primeira impressão que sua mensagem vai causar no usuário. 33% dos usuários decidem se vão abrir ou não o e-mail com base no assunto e a taxa de abertura de e-mails com menos de 10 caracteres nesse campo é de 58%. Seja direto, usando assuntos com poucos caracteres (até 30). Você ainda pode usar perguntas e listas para atrair a atenção e curiosidade das pessoas. Senso de urgência (escassez, tempo limite) também é uma boa técnica, mas
  • não pode ser usada sempre, senão perde a veracidade.
  • Texto: O texto do seu e-mail precisa refletir seu objetivo e deve se relacionar com o conteúdo. Se você usou uma pergunta, deve respondê-la. Se a pessoa abriu o e-mail, ela está interessada no que você tem a dizer, não perca a oportunidade de dizer algo relevante. Independente do que você pretende dizer ou oferecer, foque nas pessoas, em suas necessidades e desejos, e em como sua empresa pode ajudá-las.
  • Imagens: Elas são essenciais para mostrar produtos e ilustrar o que você pretende dizer, além de deixar a mensagem esteticamente melhor. Muitos clientes de e-mail bloqueiam automaticamente as imagens. Para tentar resolver esta questão, é necessário usar alt tags. Dessa forma, seus textos aparecerão mesmo com as imagens bloqueadas. Evite mandar e-mails que tenham apenas imagens, pois correm grande risco de ir direto para caixa de spam.
  •  Call to Action: Não basta enviar um texto convincente, é preciso direcionar o leitor a uma ação (seja ela comprar, acessar, experimentar, baixar). Seja direto, empregue o imperativo, mas evite o batido “clique aqui”. Procure usar verbos ou expressões mais próximos à ação desejada (Experimente, Acesse, Assista). Você pode usar um botão para destacar a sua oferta, mas cuidado com os e-mails que bloqueiam as imagens. Para garantir que a chamada seja vista, crie um botão em alt text ou em HTML mesmo.

5 – Estratégias de Email Marketing

Para que suas mensagens sejam relevantes, é necessário segmentar seus contatos. Uma das principais formas de segmentação é baseada nas ações: quem já clicou em alguma campanha, ou abriu as mensagens. Outros fatores para segmentação incluem localização geográfica, idade, sexo e interesses.

Além disso, a forma mais eficaz de segmentar sua lista é conhecendo-a. Procure conhecer seu público: o que ele espera de você, o que ele não espera de você, o que sua empresa pode fazer para amenizar ou solucionar os problemas dos seus clientes e utilize essas informações para pensar em mensagens direcionadas, difíceis de serem ignoradas.

6 – Avaliação de resultados

A maioria das ferramentas de email marketing oferece diversos tipos de relatórios e métricas. Entender o que essas métricas significam permite mensurar o retorno das campanhas e, principalmente, descobrir as possibilidades de melhoria para campanhas futuras.

Veja a seguir as métricas mais utilizadas e como cada uma pode te ajudar a entender sua campanha. Mas, lembre-se: elas não devem ser analisadas isoladamente e variam de acordo com seu objetivo e mercado de atuação.

  • Taxa de crescimento da lista: É a percentagem de novos emails em relação ao total da lista. Essa métrica permite observar como anda a construção de uma base relevante como ativo de marketing digital. Uma taxa muito baixa significa que é necessário investir em captação de emails. Porém, vale lembrar: emails de pessoas interessadas no que você tem a dizer e oferecer.
  • Taxa de abertura: É o resultado do nº de pessoas que abriram a mensagem dividido pelo nº de pessoas que receberam. Ela é uma das métricas mais importantes para indicar a qualidade do assunto escolhido no e-mail e o melhor horário de envio. Se mesmo depois dos testes nada se alterar, o problema pode ser pior: ou seu servidor e seu e-mail de envios estão “queimados” (são considerados SPAM e não chegam até a caixa de entrada) ou o histórico da marca com o cliente é ruim, os emails anteriores não geraram valor e hoje ele prefere ignorar.
  • Taxa de cliques: Um email com taxa de abertura ruim acarretará em menos cliques. Mas se a taxa de abertura foi alta e houve poucos cliques, o problema pode estar na relevância ou compreensão do conteúdo.
  • Taxa de descadastros: A taxa de descadastros por envio indica quantas pessoas optaram por deixar de receber suas mensagens. Em geral isso é resultado de alta frequência de envio, seguido de problemas na qualidade do conteúdo. Outra métrica parecida são as reclamações de SPAM. Se o número de denúncias for maior de 1 em cada 1000 envios, analise a qualidade da sua lista para não ferir a reputação dos servidores.
  • Impacto no site: Vale a pena analisar qual é o impacto das ações no seu site. Quantas visitas o e-mail gerou e, principalmente, quantas conversões são realizadas por essa fonte de tráfego. Dessa forma é possível entender um pouco mais do valor de negócios proporcionado por esse tipo de ação.

Conclusão

Agora, para começar, você precisa de um software para e-mail marketing. Existem diversos no mercado:

  • Mailee.meFunciona a partir da compra de créditos que não expiram. A empresa oferece 250 créditos para testar. Suporte bastante eficiente, e em português.
  • MailChimp – O plano gratuito oferece 12 mil envios por mês para, no máximo, 2 mil e-mails.
  • Simply Cast – O plano gratuito disponibiliza 30 mil envios por mês para até 2 mil contatos.
  • Nitro News – Em português, você pode enviar até 1 mil e-mails marketing por mês.
  • Cake Mail – Com a opção gratuita, você pode enviar 600 e-mails marketing para até 100 contatos por mês.
  • Clever Elements – É possível enviar 4 mil e-mails marketing grátis para até 1 mil clientes por mês.

Alguns são gratuitos, mas se você possui uma base com muitos contatos e faz disparos contínuos, é válido investir em uma conta paga.

Fontes“O poder do e-mail marketing”, “Métricas para email marketing”, “4 campanhas de Email Marketing que sua empresa deveria estar fazendo“, “10 estatísticas de e-mail marketing que você precisa conferir já”, “50 dicas e estatísticas de email marketing para 2014”  

http://bit.ly/50dicas-emailmkt

Precisa de ajuda para criar campanhas no seu Email Marketing? Entre em contato com a Avantare

Esse post foi publicado originalmente em setembro de 2014 e revisado e atualizado pela última vez em fevereiro de 2021

Tag: , , , , , , ,

Conteúdos Relacionados

Como melhorar a performance dos seus anúncios online

Ao contrário de como se anunciava antigamente, no digital é possível fazer tudo em tempo real, buscando sempre otimizar a sua performance. Agora podemos monitorar e fazer melhorias de forma instantânea ou ajustar o criativo para uma mídia diferente. Isso significa que você não precisa gravar um comercial novamente se não estiver gerando resultados suficientes...

Leia mais

9 maneiras de crescer na carreira em marketing digital

O segmento de marketing digital é um dos que mais crescem atualmente. Como qualquer indústria, o desenvolvimento de uma carreira no digital requer uma combinação de habilidades, do conhecimento prático às habilidades sociais e de rede, habilidade promocional, habilidades técnicas e muito mais. Dicas para crescer na carreira em Marketing Digital Pensando nisso, listamos 9 das melhores...

Leia mais

Transformação Digital: inove, adapte ou morra

À medida que as tecnologias digitais continuam a transformar a economia, muitos líderes estão lutando para definir uma estratégia digital, mudar as estruturas organizacionais e remover as barreiras que os impedem de maximizar o impacto potencial das novas tecnologias digitais. A nova economia digital está afetando todas as empresas, incluindo serviços financeiros, varejo, transporte e...

Leia mais

Google Marketing Platform Certified
Google Analytics Google ADS Google Tag Manager Google Optimize Google Data Studio Firebase

Somos uma empresa certificada pela Google em Analytics há 8 anos, desde 2012. Temos ampla experiência em inteligência de dados e métricas digitais, com mais de 50 projetos bem sucedidos em grandes empresas.

Precisa de ajuda ou quer saber mais? Entre em contato conosco e siga nossas redes sociais.

[email protected]
+55 (21) 4141-3315
+55 (21) 4141-3312