Como foi a 28ª edição do WAW RJ

Como foi a 28ª edição do WAW RJ

937 601 Avantare
  • 0

Iniciamos nossa agenda de eventos de 2019 com a 28ª edição do WAW RJ. O evento de web analytics é uma iniciativa que acontece em vários países e tem o objetivo de reunir profissionais e estudantes para compartilhar experiências, conhecimento e networking.

Desta vez, convidamos um super time de profissionais para debater o tema:  “Online e Offline: como integrar a estratégia de sua marca?”

Convidados:

  • Daniela Ferro – Diretora de mídia no Grupo Ser Educacional
  • Marcelo Souza – Diretor de produtos de vídeo na Globo.com
  • Fernando Octavio Martins – Coordenador de marketing na Globosat
  • Daniella Morier – CEO na Avantare Inteligência Digital

“De 2013 a 2017 houve um aumento de 22% de marcas anunciando (15 mil marcas a mais), porém o número de marcas reconhecidas aumentou somente 3,9%. “ – Daniela Ferro

Hoje em dia, nossa exposição a informações está muito maior e existem muitas possibilidades a serem exploradas. O reflexo disso é o surgimento de marcas, sendo que nem sempre essas novas marcas têm a força necessária para se consolidar no mercado e estar entre as mais reconhecidas.

Ver o artigo “O paradoxo da mídia”

“Em dois anos teremos 2 milhões de TV conectadas” – Marcelo Souza

Segundo uma pesquisa do IBGE, brasileiros já acessam mais a internet pela TV que por tablets. Graças aos serviços de streaming, aumentou o número de domicílios com smartTVs.

A pesquisa ainda indica que assistir vídeos é o segundo principal conteúdo consumido na rede por aqui. O formato, que já vem sendo indicado como tendência há alguns anos, continua se consolidando como uma excelente ferramenta para produção e disseminação de conteúdo.

“Em um mundo que muda rápido, as metodologias ágeis podem ser um grande aliado.” Fernando Martins

Para integrar ações online e offline é impossível ater-se a um planejamento engessado. As ações precisam ser flexíveis para se adaptarem às constantes mudanças do digital. Para essa flexibilização, é recomendada a aplicação das metodologias ágeis (Scrum, Kanban etc), que são técnicas para um planejamento adaptativo e com uso de inteligência coletiva, focados em resultados.

Para Marcelo Souza, é fundamental também ter equipes diversas e multidisciplinares (os “squads”) para uma melhor compreensão e resolução dos desafios.

Daniella Ferro recomenda ainda o uso da regra 70, 20 e 10 para distribuir as iniciativas em plano de marketing, onde 10% para iniciativas com alto potencial e também risco, 20% para iniciativas inovadoras e direcionadas para audiências específicas e 70% iniciativas que conhecemos os resultados que possuem baixo risco e pagam as contas.

Como exemplo, temos a comunicação da Coca-Cola, cujo conteúdo é baseado nesse modelo.

“Conteúdo é rei, mas é preciso olhar o conteúdo de forma mais abrangente, incluindo a conexão com usuários, aspectos funcionais e visão de produto.” – Marcelo Souza

Queridinho das estratégias digitais atuais, o conteúdo continua sendo um dos pilares para construção de marca, relacionamento, envolvimento do cliente e até mesmo vendas através do digital.

Para incrementar as estratégias de conteúdo e começar uma mudança digital, Marcelo Souza recomenda o livro The Content Trap – Bharat Anand.

“O conteúdo de credibilidade ainda tem muito valor.” – Fernando Martins

Neste momento estamos assistindo o crescimento do consumo de todo tipo de conteúdo digital e a aparente queda das mídias e veículos conhecidos como tradicionais (TV aberta, rádio, jornais). Entretanto, ainda é muito fácil forjar situações pela internet, ambiente fértil para as famosas fake news. Neste cenário, o conteúdo de qualidade e credibilidade se sobressai e nunca se torna obsoleto.

Sobre este assunto, Fernando Martins citou a compra do jornal Washington Post pela Amazon em 2013. A aquisição parece que vai contra a transformação digital dos últimos anos, mas foi uma decisão tomada por três motivos: ter maior domínio da internet, manter a instituição jornalística consolidada há anos e ter a oportunidade de ganhar em volume de leitores pela distribuição global.

Esse é um dos fatos que comprovam que ainda é preciso pensar estratégias para integrar ações on e offline.

Leituras recomendadas durante o debate:

1. Apocalipticos e integrados – Col. Debates 19 – Unmberto Eco

2. A Sociedade do Espetáculo – Guy Debord

3. The Content Trap – Bharat Anand.

Você pode assistir ao debate completo aqui.

Assista também ao 27º WAW RJ – “Comportamento do Consumidor Digital: Desafios para Campanhas Online.”

Os próximos WAW RJ já estão sendo desenvolvidos, sempre com temas focados nas maiores discussões no universo de performance e uso de inteligência na comunicação e marketing. Contamos com a sua participação para enriquecer o nosso debate.

Assine a nossa newsletter ou acompanhe-nos no Linkedin ou Facebook para ficar por dentro dos próximos eventos.