Um grande desafio para usuários do GA era integrar seus dados de web e aplicativos em apenas um lugar. Para isso era necessário o uso de diferentes plataformas, o que poderia deixar o processo mais confuso e portanto custoso. Com a nova atualização do GA isso se tornou parte do passado. 

A nova versão padrão do Google Analytics implementada em 2020 promove a integração nativa entre seus dados de web e de aplicativos (facilitando a visualização ponta-a-ponta do negócio), insights gerados por machine learning, diversas novas métricas, tudo em um modelo baseado em eventos e integrado às demais ferramentas do Google, como o GTM e o Datastudio. 

Neste artigo iremos explicar um pouco mais sobre o GA 4.  Aqui  você irá conferir:

O que é o Google Analytics 4?

Antes focado na sessão do visitante, e deixando um pouco de lado análises preditivas e o acompanhamento de dispositivos móveis, o GA deixava a cargo do Google Firebase a visualização de dados de aplicativos. Visando uma maior integração dos dados, o GA implementa uma nova forma de visualização de dados nessa versão. Até o surgimento do Google Analytics 4 existiam dois tipos de propriedades: Universal Analytics (para sites) e Google Analytics for Firebase (para aplicativos). Como a modelagem de dados dessas propriedades era diferente, a integração desses dados não era possível. 

Para isso, o GA 4 foi projetado para atender a todos os usuários de Analytics. Desde os que possuem apenas um site ou um aplicativo, aos que possuem ambos. Ainda é possível utilizar a versão antiga. No entanto, a própria Google sugere uma migração gradual para a nova plataforma. Além disso, ainda que seu negócio seja baseado apenas em um site, já está na hora de começar a considerar a criação de um aplicativo, e se adaptar à nova forma de visualização de dados. Inovar e se adaptar às mudanças do mercado é crucial para qualquer empresa, conforme explicamos nesse post aqui: 

Transformação Digital: inove, adapte ou morra

Benefícios do Google Analytics 4: Uso de machine learning e integração Web + App 

Visando permitir a escalabilidade do seu negócio, o GA 4 torna possível não apenas rastrear o usuário em ambos os ambientes, como também obter previsões que ajudaram no esforço de marketing da sua empresa. Através do machine learning o GA 4 pode ser usado para prever resultados como churn (taxa de rotatividade), o LTV (lifetime value) e até a receita potencial de um determinado segmento. 

Além disso, antecipando o fim do uso de cookies (previsto para 2022), o GA 4 já demonstra um alinhamento com critérios de privacidade que nenhuma outra ferramenta apresenta. Com a escassez de dados prevista por conta do fim dos cookies, será cada vez mais difícil obter insumos sobre seus consumidores, dificuldade essa, que o GA 4 visa extinguir. 

Alguns benefícios do GA4 são:

  • Oferece insights através do Google Machine Learning.
  • Proporciona resultados de longo prazo através com a inclusão dos novos requisitos ‘cookieless”, atendendo as expectativas quanto à privacidade do usuário. 
  • Possibilita o acompanhamento do desenvolvimento do seu negócio, não importa o segmento e tamanho.
  • Permite a visualização integrada dos dados (web + aplicativos), facilitando a integração de dados de diferentes fontes.
  • Viabiliza a construção de relatórios e obtenção de dados históricos que tornarão mais significativas as análises e relatórios futuros.

Modelo de privacidade com ou sem cookies: A nova estratégia do Google Analytics 4

Centrado na privacidade do usuário, você pode contar com o Analytics, mesmo quando as mudanças do setor, como restrições a cookies e identificadores, criam lacunas em seus dados. O novo Google Analytics fornecerá os insights essenciais de que você precisa para estar pronto para o que vem por aí.

O GA 4 usa uma abordagem flexível para medição e, no futuro, incluirá modelagem para preencher as lacunas onde os dados podem estar incompletos. Isso significa que você pode contar com o Google Analytics para ajudá-lo a medir seus resultados de marketing e atender às necessidades do cliente, apesar de uma possível falta de dados.

Além disso, as novidades incluem também novas métricas para auxiliar no acompanhamento desses clientes, para geração e novos insights que antes não eram possíveis. 

Novas métricas do Google Analytics 4: Introdução de métricas de LTV e Churn

O Google tornou extremamente simples medir as métricas relacionadas ao usuário, como LTV e taxa média de rotatividade. Assim, os profissionais de marketing podem colocar mais foco nas estratégias de retenção com base nos insights coletados.

Algumas das perguntas que podemos começar a responder com o GA4 são:

  • Qual é o número total de usuários no site e nos aplicativos?
  • As conversões estão acontecendo mais na web ou nos aplicativos? Ou é uma combinação dos dois?
  • Quanto tempo o usuário gasta em nossas propriedades digitais?
  • Existe um canal específico que está trazendo a aquisição de novos usuários?
  • Como o usuário navega entre os ambientes?

O GA4 oferece uma imagem muito melhor de como o usuário se comporta nas propriedades da web e nos aplicativos. Ele também oferece também uma redução no tempo de coleta e classificação de dados e mais tempo em insights. Não obstante, o GA 4 é integrado às demais plataformas do Google, facilitando o tagueamento de campanhas através do GTM e a criação de dashboards através do Datastudio.

Integração entre Google Analytics 4 e Google Tag Manager: O gerenciador de tags do Google 

O Google Tag Manager (ou GTM) é uma ferramenta gratuita que permite gerenciar e implantar tags de marketing em seu site (ou aplicativo) sem a necessidade de modificar o código fonte. Quando se trata de tagueamento, você pode continuar a usar as tags existentes ou adicionar novas tags na página. Atualmente, não há vantagens ou desvantagens em nenhuma das opções, é uma questão de preferência.

No Google Analytics 4 relatórios e Dashboards ficaram mais fáceis: A integração com o Google Data Studio

O resultado da arquitetura simples do GA4 é a geração muito mais fácil e flexível de relatórios em comparação com o Universal Analytics. O acesso à ferramenta de análise avançada, que estava disponível apenas para usuários do Google 360, agora está disponível gratuitamente através do GA4. 

Isso significa que você poderá ver, por exemplo, se alguém veio da web, mas acabou convertendo no aplicativo, o que poderia abrir novos canais para entender a jornada do cliente. No exemplo abaixo, você pode ver o painel onde o GA captura a visualização da página + Progresso do vídeo + Início do vídeo como parte dos recursos de medição aprimorados, gerando novos insights sobre o comportamento do cliente. 

Caso você tenha muitos relatórios, provenientes de diferentes canais de mídia, vale a pena conhecer uma ferramenta que integra todos eles ao Google Data Studio: o Supermetrics. Nesse post aqui explicamos um pouco sobre essa ferramenta e analisamos quais vantagens ela pode trazer para o seu negócio: 

Supermetrics: ferramenta que conecta Data Studio ao Facebook Ads e outros canais de mídia

Benefícios do modelo baseado em eventos, novidade no Google Analytics 4

Usuários e eventos são os dois pilares da propriedade GA4. É uma arquitetura muito mais simples e fácil de entender, planejar, documentar e implementar. O GA4 também remove o trabalho manual de marcar alguns dos eventos em seu site sem a necessidade de codificação adicional. Além das visualizações de página, a medição aprimorada permite que você avalie eventos da web como rolagens, downloads, engajamento de vídeo, cliques externos e muito mais com o toque de um botão nas configurações de administrador de sua propriedade.

Google Analytics 4 e a integração com o Google Ads 

O Google Analytics agora mede as interações na web e em aplicativos, o que significa que ele pode gerar relatórios sobre conversões, como visualizações engajadas do YouTube que ocorrem no aplicativo e na web. 

Os profissionais de marketing agora têm uma visão mais holística de seus resultados com a capacidade de ver as conversões de exibições de vídeo do YouTube, canais pagos do Google e não-Google, Pesquisa do Google, mídia social e e-mail. 

E caso queira aproveitar para otimizar suas campanhas no Google Ads, compilamos neste post 10 passos para alcançar um público que tenha a real intenção de conhecer o seu produto. 

10 passos para Otimizar suas campanhas de Google Ads

Dados Centrados no Cliente: Como funciona a obtenção de dados no Google Analytics 4

O Google Analytics evoluiu de uma medição fragmentada por dispositivo ou plataforma para uma medição centrada no cliente. Novamente, essa mudança foi projetada para dar ao usuário uma visão mais completa de como seus clientes interagem com a sua empresa.

A medição centrada no cliente do Google Analytics usa vários parâmetros de identidade, incluindo IDs de usuário fornecidos pelo proprietário da conta e sinais exclusivos do Google de usuários que optaram pela personalização de anúncios.

Agora, você pode, por exemplo, ver se os clientes descobriram primeiro uma empresa por meio de um anúncio na web e depois concluíram uma compra em seu aplicativo. A longo prazo, será possível obter uma melhor compreensão de todo o ciclo de vida do cliente – da aquisição à conversão e retenção.

Google Analytics 4: Utilizar a versão Free ou a versão Premium

O Google Analytics 360 (versão premium, ou paga, do GA) é um versão mais completa da plataforma, e portanto, conta com relatórios mais completos e granulares. Entretanto, para entender o verdadeiro potencial dessa ferramenta, é necessário conhecer a fundo suas funcionalidades e compreender se valem o investimento para o seu negócio.

Também é importante avaliar as funcionalidades da versão gratuita, muitas vezes subestimadas, uma vez que ela pode suprir suas necessidades.

Ambas as opções possuem diversas vantagens como: 

  • Várias opções de coleta de dados em sites, aplicativos e dispositivos conectados à Internet
  • Acesso a dados via aplicativo móvel, API, notificações por e-mail e muito mais
  • Relatórios e segmentação avançados de sites e aplicativos (incluindo relatórios em tempo real e centrados no usuário)
  • Integração com Google Big Query

No entanto, apenas a versão paga conta com recursos como:

  • Relatórios sem dados de amostra
  • Relatórios agregados de propriedades cruzadas
  • Integração com Salesforce

Além disso, no GA 4 será possível monitorar 500 eventos, o que pode suprir a demanda de um pequeno negócio, mas pode ser pouco para empresas maiores. Nesse caso, adquirir um plano para aumentar esse número pode ser interessante.  

Conclusão:

O GA 4 representa um enorme avanço para as ferramentas de analytics. Com a integração de dados de web e de aplicativos, além do uso de machine learning para gerar insights mais precisos, o GA 4 oferece propriedades capazes de alavancar o seu negócio. Através dessa nova versão é possível possuir um conhecimento maior da jornada do seu cliente, seu comportamento e até sua procedência, tudo isso sem sacrificar a privacidade do usuário.

Além disso, com a configuração e acompanhamento de eventos totalmente automatizada, o GA 4 acaba com a necessidade da manutenção constante dos códigos do site. Com relatórios simplificados, integração com as demais ferramentas Google e uso apurado de machine learning, o GA 4 proporciona insights impossíveis de serem obtidos utilizando apenas o Universal.

Por fim, o Google apresenta uma nova versão de uma de suas ferramentas mais necessárias a qualquer negócio. Aprimorada e centrada no usuário, essa nova versão representa o futuro do analytics, abraçando novas tendências e inovando na forma de compreender o seu usuário. É uma ferramenta ainda mais indispensável para qualquer empresa. 

Precisa de ajuda para migrar para o Google Analytics 4?

Tag: , , , , ,

Google Marketing Platform Certified
Google Analytics Google ADS Google Tag Manager Google Optimize Google Data Studio Firebase

Somos uma empresa certificada pela Google em Analytics há 8 anos, desde 2012. Temos ampla experiência em inteligência de dados e métricas digitais, com mais de 50 projetos bem sucedidos em grandes empresas.

Precisa de ajuda ou quer saber mais? Entre em contato conosco e siga nossas redes sociais.

[email protected]
+55 (21) 4141-3315
+55 (21) 4141-3312