Você já deve ter se deparado com o termo growth hacking, uma estratégia comum entre start ups, mas que pode ser aplicada a diversas empresas. Já existem profissionais especializados nessas táticas, os chamados growth hackers. Mas o que é growth hacking? O que eles fazem?

Diferente dos comerciantes, que tradicionalmente são menos técnicos, esses “profissionais de crescimento” têm um objetivo: fazer a empresa crescer. Isso é feito através de uma variedade de táticas chamado “hacks“. Esses hacks geralmente são baratos (até gratuitos), e visam aumentar seu coeficiente viral no meio online. Eles são pequenos truques de automação ou outras táticas que ajudam a tirar mais proveito das estratégias de aquisição de clientes/usuários.

O grouth hacking pode ser a estratégia que estava faltando a sua empresa para conseguir sucesso.

GROWTH HACKING X MARKETING TRADICIONAL

De certa forma, o growth hacking não é uma nova técnica mágica, é apenas um termo para descrever as táticas que comerciantes de inicialização e start ups vêm usando há tempos. Existem duas características que diferenciam o growth hacking do marketing tradicional.

Primeiramente, há um foco especial sobre a aplicação da tecnologia. Um bom growth hacker técnico deve sempre se perguntar “como isso pode ser automatizado?“. E um bom growth hacker não-técnico deve perguntar ao seu parceiro técnico: “seria possível fazer isso ou aquilo?”.

Além disso, é importante lembrar que existem áreas do growth hacking que as empresas maiores não podem se arriscar, que são táticas que flertam com os limites da legalidade ou boa cidadania. Então, atenção!

 O Growth Hacker tem um papel multifuncional englobando não apenas o marketing, mas o produto, as operações empresariais, finanças e até mesmo os recursos humanos.

VEJA 3 TÁTICAS SIMPLES DE GROWTH HACKING

1. VELOCIDADE: um site lento impacta diretamente o seu negócio. Você pode aumentar as conversões de 15 a 21% simplesmente reduzindo o tempo que sua página leva para carregar. O ideal é que ela demore menos de 2 segundos.

2. PROVA SOCIAL: seu site deve conter o máximo de elementos de prova social para persuadir o visitante. Alguns exemplos são incluir depoimentos, cases de sucesso, logos de clientes importantes ou dos principais canais que mencionaram seu negócio.

3. VIRALIZAR: esse é o sonho dos growth hackers. Tornar seu conteúdo viral é fazer com que cada pessoa o compartilhe com outras 10. É descobrir modos de fazer com que seus visitantes compartilhem seu conteúdo, que convidem os amigos a participarem, etc.

“Growth hacking”, portanto, é um conceito novo que traduz uma maneira dinâmica e inteligente de ter ideias e soluções para crescimento de produtos, marcas e experiência com usuários por meio da gestão inovadora de dados e tecnologia no ambiente digital, a fim de perseguir novas formas de utilizar estratégias, informações e interações em favor do desenvolvimento de negócios.

Quer conhecer mais sobre growth hacking e outras estratégias para melhorar sua performance no meio online? Curta a página da Avantare e saiba de todas as novidades do blog.

Fontes:  21 Actionable Growth Hacking Tactics, Jon YongfookThe 6 Best Growth Hacks to Get Customers Without Having to Pay for Them, Kiss Metrics

[contact-form-7 404 "Not Found"]

Tag: , ,

Google Marketing Platform Certified
Google Analytics Google ADS Google Tag Manager Google Optimize Google Data Studio Firebase

Somos uma empresa certificada pela Google em Analytics há 8 anos, desde 2012. Temos ampla experiência em inteligência de dados e métricas digitais, com mais de 50 projetos bem sucedidos em grandes empresas.

Precisa de ajuda ou quer saber mais? Entre em contato conosco e siga nossas redes sociais.

[email protected]
+55 (21) 4141-3315
+55 (21) 4141-3312