O Google Analytics pode ser ao mesmo tempo o seu melhor amigo ou o seu pior inimigo. Tudo vai depender do direcionamento das informações. Você pode coletar vários dados e com isso armazenar uma base gigantesca de informações que auxiliarão na busca de conversão de clientes. No entanto, para isso, somente as informações não bastam. Interpretar é a grande questão. Se você quiser saber dicas de como assimilar as informações de dados e de fato gerar resultados, está no local certo!

Há várias maneiras de otimizar a conversão de uma loja online : você pode buscar por melhores práticas, estudos de case, mas ao fim você sempre aprenderá com as suas próprias experiências, o comportamento de seu próprio público que serão base para a tomada de decisões.

O que será abordado no post?

No que devemos prestar atenção ao usar o Analytics?

  • Audiência: quem está visitando, quem está comprando, como isso está sendo feito?
  • Aquisição de relatórios, ou em outras palavras, ciclos de conversão em seu site
  • Comportamento: Por que os consumidores tomam uma determinada atitude?
  • Conversões: onde, como, e se não, por quê?

Por que não prestar atenção a tudo durante todo o tempo?

Táticas que podem melhorar os números

  • Redução do tempo de carregamento;
  • Fornecer todas as informações
  • Propor ofertas exclusivas com base no comportamento
  • Simplificar o processo de check -out tanto quanto você pode
  • Caso algo não funcione, conseguir fechá-lo o mais rápido possível.

Isso é apenas o que teremos a fazer?

A maior parte dos sistemas de e-commerce oferece algum tipo de recurso básico para a obtenção de dados, mas se você quiser construir um banco de dados mais significativo, você definitivamente vai precisar da integração do Google Analytics.  O Google Analytics, por todos os meios, pode lhe garantir uma quantidade incrível de informações que você precisa para escolher aqueles poucos índices que você vai monitorar continuamente.

Qual a real atenção deve ser dada ao Analytics enquanto ferramenta de análise do comércio eletrônico?

Relatórios e índices em Analytics que são essenciais para os empresários de lojas online e podem ser divididos em quatro grupos principais:

Melhoria de conversão com Analytics - Entendimento do público

Público

O primeiro fator a ser considerado em qualquer loja virtual. É preciso mensurar com precisão quem é o meu público. A idade dos meus clientes, proporção dos clientes que regressam e informações semelhantes podem ser encontradas aqui a fim de construir qualquer campanha de marketing de forma eficaz e que seja capaz de segmentar os seus diferentes públicos. A sua ação girará em torno disso.

Nessa segmentação é possível encontrar os dados demográficos. A partir disso, sabe-se que fatores como a idade dos clientes e seu sexo podem influenciar significativamente os seus hábitos de compra, assim como suas reações a uma determinada campanha ou mensagem, tão bem como efetivamente eles podem ser direcionados ao produto fornecido. Você pode modificar sua oferta nesse sentido, caso note que um público diferente do perfil previamente traçado visita a loja on-line e a partir disso, você pode elaborar promoções ou introduzir tais produtos que são atraentes para esse público..

Os dados geográficos também podem ser importantes em certos casos – uma loja de comércio eletrônico profissional pode, por exemplo, usar a segmentação baseada em tempo: eles podem oferecer guarda-chuvas em locais onde há indícios de chuva, óculos de sol, onde há luz do sol, e assim por diante.

Relatórios de aquisição

Os relatórios de aquisição fornecem informações mais complexas, você pode aprender mais sobre o comportamento de conversão de ciclo de aquisição, brevemente o ciclo ABC. Isso significa que você pode descobrir como você adquiriu clientes, como eles se comportam no site após a aquisição e que tipo de padrões de conversão pode ser associado a eles.

Por exemplo, se você usar anúncios do Google AdWords, você pode integrar os seus dados para o Google Analytics e verificar o ciclo de vida completo do cliente desde o primeiro clique até a conversão.

Comportamento

Comportamento também é extremamente importante – isto é, de onde você sabe, por exemplo, se os visitantes, os clientes vão voltar para o site? Caso vários visitantes voltem, mas apenas alguns deles decidam comprar, isso pode significar que seus produtos são atraentes, mas ainda falta um diferencial. Pequenas alternativas como descontos personalizados, brindes, condições especiais, ainda podem ser necessários para a conversão. Se a proporção de clientes de retorno é baixo, você precisa verificar como reativá-los de forma eficaz, que tipo de campanha de marketing utilizar, se há feedback negativo na  conclusão da compra ou de entrega.

Google analytics para o aumento da conversão

Os dados comportamentais podem ser encontrados em público, no entanto, é muito mais que uma simples subseção do menu. Você pode ver como o comportamento é influenciado por página x velocidade de carregamento (usuários não apreciam se o site é lento, eles tendem a deixá-lo mesmo só depois de alguns segundos), por conteúdo (quanto tempo eles passam no site, como é a elevação da taxa de rejeição é etc.), e você também pode ver como os usuários realizam pesquisas (palavras-chave que eles usam, a quantidade de dados relevantes que recebem como resultado).

Conversões

A fim de ser capaz de analisar os relatórios de conversão, você tem que ligar o Analytics com o sistema da loja on-line considerando que você pode aplicar lotes de vários módulos de pagamento ou técnicas de verificação geral no site. Existem várias subcategorias sob os relatórios de conversão, por exemplo, o comportamento do cliente, que mostra quais tipos de sites eles visitam, como eles usam a busca – e é a partir daí que você pode escolher a informação relativa ao porquê do carrinho ter sido abandonado, que pode ser especialmente importante.

A configuração correta é ideal para o uso assertivo do Analytics

O carrinho de compras abandonado é um problema que atinge a todas lojas online, uma vez que uma grande proporção dos usuários que adicionam produtos ao carrinho não vai pagar por isso e consequentemente não haverá pedidos ao final. Pode haver muitas razões para isso: o processo de pagamento é muito longo, o site não ter informado ao cliente com antecedência sobre o frete, ter dado qualquer outra informação ambígua, ou que eles estão apenas fazendo uma pesquisa inicial e que voltarão mais tarde, quando acessarem realmente para finalizar a compra. Se você monitorar os números nos relatórios de conversão, você será capaz de melhorar significativamente a taxa de conversão pela correção dos erros.

Ainda em conversão, você pode obter informações sobre quais os produtos mais vendidos, quais os visitantes visualizam, mas não compram e quais os produtos são mais vendidos juntos.

Por que não prestar atenção a tudo ao mesmo tempo?

A razão pela qual você tem que determinar os índices que são, na verdade, o mais importante é porque lidar com a análise de comércio eletrônico e otimização é uma tarefa exaustiva e contínua. Seu público, fornecimento e site estão em constante mudança, ao ponto que você nunca pode declará-lo “acabado”, ou dizer que você não tem nada a ver com isso mais.

A interpretação de dados é muito importante para o sucesso do Analytics

Para construir os dados individuais na estratégia precisará ser feito um verdadeiro trabalho de equipe. Primeiramente deve se elaborar planos extremamente complexos e a partir daí realizar as modificações necessárias ao site. Claro que isso consome uma grande quantidade de tempo e recursos, e assim é melhor para você identificar os pontos mais críticos e se concentrar naqueles especificamente.

É ingenuidade pensar que esta é uma tarefa fácil para uma grande empresa que tem a sua própria equipe de marketing e desenvolvedor on-line à sua disposição. Se você quer tudo ao mesmo tempo, você simplesmente não será capaz de tirar as conclusões apropriadas das enormes pilhas de dados.

Desta forma, não só o planejamento e análise se tornará trabalho que pode ser realisticamente realizado, mas o desenvolvedor também terá um trabalho mais fácil e você pode muito bem ser capaz de executar apenas alguns testes A / B simultaneamente e ainda acabar com resultados precisos relativos ao resultado da otimização.

Dicas para melhorar os números das métricas

Sabe-se que todos os sites são diferentes, seja em seu conteúdo, sua aparência, o que eles oferecem, as funções do sistema e isso pode influenciar o modo como eles são bem sucedidos .

No entanto, existem algumas dicas básicas para você aumentar sua taxa de conversão, independentemente do público e das soluções técnicas .

Reduzir o tempo de carregamento da página

Os clientes são sempre impacientes e isso é cada vez mais comum na era móvel. Mais e mais, as pessoas compram através de telefones celulares , o que significa que você tem que garantir que cada uma das suas páginas seja carregada de forma extremamente rápida independentemente de como o cliente está acessando . Se os usuários têm que esperar mais do que alguns segundos , eles vão deixá-lo e passar para um concorrente.

Menor tempo, mais agilidade e consumidores mais satisfeitos

Fornecer todas as informações

Atualmente a reputação de qualquer empresa pode ser pesquisada na internet. Os usuários podem pedir a opinião dos outros em questão de segundos e podem fazer perguntas em conexão com seus produtos ou os preços em outras plataformas. Você deve fazer o seu melhor para fornecer todas as informações necessárias para que eles não precisem buscar em algum browser . Uma interface intuitiva, onde eles podem facilmente encontrar o seu caminho é a chave para o sucesso e também indicações claras como custo de envio e prazo de entrega.

Conceder ofertas exclusivas com base no comportamento  

Quando você vê que um consumidor em potencial quer deixar o seu site sem ter comprado nada, o lançamento de uma mensagem pop-up na frente dele em que você concede um desconto válida apenas lá seria uma boa alternativa.

Se um usuário compra regularmente os mesmos produtos em sua loja, o envio de um e-mail e oferecer entrega regular e automática desses produtos, sem a necessidade de novas ordens pode ser uma maneira de se conseguir uma conversão.

Se o consumidor chegou até o carrinho de compras, mas não finalizou o pedido, a possibilidade de descontos pode ser aplicada a esse caso.

Há infinitas possibilidades disponíveis e graças aos dados, você pode acompanhar com precisão o comportamento de cada um dos seus visitantes. Tudo que você tem a fazer é construir uma tal base de dados  para criar um sistema deste tipo em que você direciona automaticamente os que apresentaram dados padrões de comportamento à determinadas ofertas.

Uma vez que você sabe muito bem como as pessoas usam o motor de busca ou que tipo de produtos que gosta de visualizar, o oferecimento de produtos que cumprem com as suas preferências em cada página pode ser uma alternativa.

Simplificar o processo de pagamento, tanto quanto possível

Não redirecionar o cliente em potencial para cinco páginas diferentes e não solicitar o seu registro no site são formas incisivas de simplificação do pagamento. Embora o preenchimento de dados em determinados sites geraria leads e facilitaria na comunicação posterior entre empresa e cliente, a possibilidade de compras sem necessidade de cadastros, apenas com dados pessoais de pagamento e da entrega deve ser incorporada.

Simplificar o processo de pagamento é essencial para o e-commerce

Isso é uma tática que irá aumentar a taxa de conversão e melhorar a experiência do usuário. Uma alta proporção de carrinhos abandonados pode indicar que a loja de e-commerce exige muitas informações de um comprador em potencial e ele pode acabar desistindo.

Sugerir o cadastramento do cliente na newsletter para receber promoções exclusivas pode ser uma maneira de tentar gerar leads para o seu site. Atentar-se também a descontos, promoções e ofertas que não estão agregando clientes e sim buscar novos através da consulta dos dados disponíveis no Analytics para melhorar a conversão.

É tudo o que tenho que fazer?

Isto pode parecer mais simples por escrito, no entanto, a otimização com base em análises de comércio eletrônico deve ser ininterrupta, caso contrário, você vai perceber depois de uma modificação bem feita ou através de uma nova campanha que a sua taxa de conversão está novamente em declínio.

Você tem que ser capaz de modificar a sua loja on-line de forma rápida para que você possa reagir diante de situações inesperadas. Por exemplo, o aparecimento de um público maior do que esperado que foi direcionado para o site por um conteúdo viral extremamente bem sucedido. Você também tem que treinar todos os seus sistemas simultaneamente – o seu conteúdo, a própria loja de comércio eletrônico, os seus anúncios do AdWords, campanhas de e-mail, todos eles devem ser harmonizados a fim de chegar a mais pessoas e realmente fazê-los converter de preferência várias vezes.

As corretas configurações no Analytics é o caminho para o sucesso

Fonte: Aion Hill

Quer receber mais dicas para melhorar a conversão do seu negócio? Não perca mais tempo! Assine nossa newsletter!

[contact-form-7 404 "Não encontrado"]

Tag: , , ,

Google Marketing Platform Certified
Google Analytics Google ADS Google Tag Manager Google Optimize Google Data Studio Firebase

Somos uma empresa certificada pela Google em Analytics há 8 anos, desde 2012. Temos ampla experiência em inteligência de dados e métricas digitais, com mais de 50 projetos bem sucedidos em grandes empresas.

Precisa de ajuda ou quer saber mais? Entre em contato conosco e siga nossas redes sociais.

[email protected]
+55 (21) 4141-3315
+55 (21) 4141-3312