Veja 9 tendências de marketing digital para começar o ano com o pé direito

Veja 9 tendências de marketing digital para começar o ano com o pé direito

1024 680 Avantare
  • 0

O ano de 2017 já está ali na esquina, então vamos mostrar para você as 9 tendências mais relevantes na área de marketing digital para o ano que vem. O mundo digital está sempre se renovando. Tendências que funcionaram no ano anterior, podem ficar ultrapassadas no ano seguinte. Por isso os profissionais de marketing devem estar sempre antenados nas mudanças que estão ocorrendo.

1. Estratégias de automatização de conteúdo

Profissionais de marketing digital já utilizam ferramentas para automatizar e programar posts numa variedade de plataformas. À medida que a tecnologia melhora, os serviços automatizados podem ajudar, cada vez mais, os profissionais de marketing a gerenciar conteúdos com apenas um botão. E com a maior competividade do mercado digital, automatizar o conteúdo pode ajudar a sua empresa a salvar tempo e dinheiro. E ajudar com a demanda de conteúdo sempre atualizado.

2. Estratégia multi-dispositivo

É importante para o seu negócio criar sempre um conteúdo que funcione em múltiplos dispositivos. Anúncios em sites precisam ser adaptados e redimensionados corretamente para celulares, computadores e tablets. E não só anúncios, como o design inteiro do seu site e do seu conteúdo. Por que você precisa ser receptivo para todos os tipos de visitantes.

3. Transmissões ao vivo

Facebook, Periscope e Twitter, todas essas plataformas tem suas próprias ferramentas de transmissão ao vivo. De 2013 a 2015 ouve um aumento de 360% em visualizações em vídeos. E vídeos podem ser usados para atrair clientes interessados tanto no seu conteúdo, quanto no seu serviço. E com o grande acesso a essas ferramentas, as empresas podem utilizar o vídeo ao vivo para aumentar o engajamento do usuário.

Não sabe como usar a transmissão ao vivo? Tente, por exemplo, fazer uma transmissão de perguntas e respostas sobre seu produto, ou uma sessão de atendimento ao cliente. Ou então, leve os consumidores para os bastidores da empresa, ou faça um grande pronunciamento sobre sua empresa ou seu produto.

4. Aumento da popularidade de aplicativos de mensagens

Hoje os consumidores têm um leque muito grande de aplicativos de mensagens para escolher. Tem o Facebook Messenger, Whatsapp, Skype, Telegram e até Snapchat e o Instagram estão nessa agora. Todos esses aplicativos permitem que seus usuários se comuniquem com contatos de qualquer lugar do mundo. O desafio é que os usuários desses aplicativos não querem ver anúncios dentro dos seus aplicativos. Uma opção é usar chatbots, ferramenta que envia mensagens automáticas e que pode conversar com os usuários, o que pode quebrar a barreira inicial que as pessoas geralmente criam com os anúncios.

5. Crescimento da Internet das coisas

Internet das coisas é onipresente, está nos dispositivos que nós usamos e nos objetos incorporados no nosso dia a dia. Um exemplo, pode ser um termostato inteligente, que utiliza os dados que ele coleta da internet para saber a temperatura do lado de fora e assim ajustar automaticamente a temperatura da casa.. O objetivo da internet das coisas é promover uma experiência on-demand, que seja conveniente para os usuários.

Para a marketing digital isso significa montar suas estratégias de uma forma extremamente personalizada e segmentada. Os profissionais de marketing vão precisar entender como a internet das coisas conecta os produtos do dia a dia para poder prever soluções para o problema do futuro cliente.

6. Evolução da publicidade nativa

Quantos dos seus consumidores estão de fato olhando e respondendo aos seus anúncios? Se a resposta é “ não muitos”, pode estar na hora de mudar a sua estratégia. A publicidade nativa já existe há algum tempo. É quando uma propaganda se disfarça de conteúdo. Essa estratégia pode ajudar os profissionais de marketing a ultrapassar barreiras, muitas vezes criadas pelos consumidores que recebem uma enxurrada de publicidades todos os dias.

Como os consumidores estão saturados de informações publicitarias, a última coisa que elas querem é ver mais uma propaganda. Então, o desafio para os profissionais de marketing é criar um conteúdo que passe a sua mensagem, mas que não seja intrusivo e não pareça que está vendendo algo.

7. Marketing de propósito

Criar sua estratégia de marketing em torno de um objetivo pode te ajudar a mostrar a história da sua marca e criar uma narrativa atrativa, que os consumidores podem se identificar. Marketing de objetivo é uma maneira de uma empresa se diferenciar de seus concorrentes.

8. Aumento da popularidade das “tecnologias vestíveis” 

Nunca é cedo demais para os profissionais de marketing começarem a pensar nos benefícios que as tecnologias vestíveis podem trazer para sua marca.

Na indústria de saúde e fitness, particularmente, as tecnologias vestíveis são uma ótima forma de coletar dados de comportamento. Como você pode usar o apple watch, por exemplo, para recolher mais informações sobre seus consumidores? Porque quanto mais você sabe sobre seus consumidores, melhor. Porque assim você pode direcionar seu conteúdo, serviços e produtos diretamente a eles.

9. Prever tendências

Os profissionais de marketing têm que estar sempre um passo à frente dos consumidores, se eles querem ganhar uma margem competitiva. Prever necessidade pode aumentar em 450 vezes a quantidade de conversões de prospects para clientes. Os profissionais de marketing já estão pesquisando as pegadas dos consumidores para ter uma vantagem na criação de soluções de problemas que eles ainda nem sabem que tem. Isso tudo através da análise de big data.

Em marketing digital, mais dados significam uma estratégia mais focada e que possibilitam você atingir seu público-alvo na hora certa e no lugar certo.

Graças a rapidez dos avanços tecnológicos os profissionais de marketing digital têm que estar sempre antenados, porque um mês de atraso é igual a um ano no marketing digital.